PS aponta falta de bancos na requalificada zona envolvente às Termas de S. Jorge
Política Reunião de Câmara

PS aponta falta de bancos na requalificada zona envolvente às Termas de S. Jorge

Ainda no período antes da Ordem do Dia, o vereador da oposição socialista, Márcio Correia, questionou a Câmara sobre a escassez de cadeiras ou bancos de descanso na requalificada envolvente às Termas de S. Jorge, em Caldas de S. Jorge, inaugurada a 4 de junho.

Márcio Correia afirmou que a instalação de bancos foi uma promessa deixada pelo presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa, aquando da inauguração da requalificação da mencionada zona envolvente, “uma obra que custou mais de dois milhões de euros”.

A vereadora do Urbanismo, Ana Ozório, registou a existência de bancos, “de três metros, com a altura regulamentar” na zona envolvente às Termas de S. Jorge e afirmou que, por vezes, é opção de os visitantes levarem bancos próprios. Contudo, Emídio Sousa assegurou que vão ser colocados mais bancos.

Márcio Correia questionou, ainda, sobre a ausência de iluminação no parque de estacionamento e se o mesmo se vai manter com o piso atual. Em resposta, Emídio Sousa afirmou que, “para já, vamos mantê-lo assim”. “Há hipótese de comprar mais um bocado de terreno, para que se possa entrar por um lado e sair por outro do parque de estacionamento, e há a hipótese de se criar um parque para autocaravanas. Depois veremos qual o desenvolvimento”, concluiu.

Assine agora
X